2001 Maníacos

2001 Maníacos

Alguém aí conhece o “clássico trash” 2000 Maníacos, dirigido por Herschell Gordon Lewis em 1964?

Bem, como isso é um blog, acho que posso contar uma história pessoal… Alguns anos atrás, acho que 1994, numa Mostra Banco Nacional de Cinema (atualmente chamada de Festival do Rio), havia uma mostra trash. Num sábado à tarde, heu estava num Estação Botafogo 3 lotado numa sessão histórica de Papai Noel Conquista os Marcianos – filme ruim, ruim, mas a platéia estava tão inspirada que parecia que estávamos vendo uma sessão de The Rocky Horror Picture Show, com todos os apetrechos e coreografias combinadas.

O cara que trouxe esse filme ficou tão empolgado com a reação da platéia que resolveu oferecer uma sessão dupla extra, depois da última sessão, com dois filmes que não estavam na programação: o lançamento mundial do hilário A Gangue das Garotas (filme que tinha sido feito nos anos 60, para alertar as pessoas sobre o perigo das drogas, mas que tinha sido engavetado e esquecido), e 2000 Maníacos (sobre uma cidade onde todos os habitantes eram assassinos).

A sessão dupla foi histórica. O projetor apresentou um defeito que ficava travando a imagen e o som. Ninguém conseguia entender nada, porque o som ficava indo e voltando, “uóm uóm uóm”… Em qualquer platéia do mundo isso seria motivo para o cancelamento da sessão. Mas naquele particular momento, foi muito divertido!

Bem, assim vi, no cinema, 2000 Maníacos. Anos depois consegui uma versão em dvd e revi, agora com o som direito…

Bem, tudo isso foi pra introduzir a divertida refilmagem 2001 Maníacos, de 2005, dirigida por Tim Sullivan e estrelada por Robert Englund, o nosso querido Freddie Kruger.

A história é a mesma: alguns turistas vêem um falso desvio e vão parar numa cidade onde está acontecendo um festival, e aos poucos descobrem que o grande objetivo do festival é justamente matá-los.

O filme todo é exagerado, puxando para a comédia em vez do terror, o que torna um programa realmente divertido. Todas as atuações são caricatas, mas neste caso específico, é uma boa notícia! Recentemente vi Robert Englund no fraco Zombie Strippers. Lá a caricatura não combinava…

Senti falta de algumas mortes que estão no original – não usaram o barril com pregos! – , mas por outro lado, nesta refilmagem existem outras mortes bem criativas… Na dúvida, veja os dois então!

Último comentário: o badalado Juno, sobre a adolescente grávida, tem um personagem que cita Herschell Gordon Lewis, diretor do original, como o “mestre do horror”!

Anúncios

Marcado:,

Um pensamento sobre “2001 Maníacos

  1. Sobrenatural « Blog do Heu 28 abril, 2011 às 2:57 pm Reply

    […] desconhecida apesar de ter dezenas de filmes de terror no currículo (ela era a Granny Boone de 2001 Maníacos), brilha como a médium; e o roteirista Leigh Whannnell faz um alívio cômico como o auxiliar, uma […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: