Lua Nova / New Moon

Lua Nova

Caros leitores, acredito que vocês não sabem, mas o post mais lido deste blog é, de longe, Crepúsculo, com quase cinco mil visitas em menos de nove meses. Em homenagem a esses(as) leitores(as), resolvi ver a continuação, Lua Nova, apesar de não ter gostado muito do primeiro filme.

Em Lua Nova, baseado no segundo livro de Stephenie Meyer, continuamos acompanhando a jovem e depressiva Bella (Kristen Stewart), apaixonada pelo vampiro gatinho Edward (Robert Pattinson). Por ser um amor impossível, Edward a abandona e se muda de cidade. Bella então se aproxima de Jacob (Taylor Lautner), que – ora, que surpresa! – também traz consigo um mistério.

Quem me lê por aqui sabe que heu sempre defendo que a gente deve ver um filme sabendo o que esperar. Numa comédia romântica, o mocinho vai conseguir ficar junto com a mocinha no fim; num filme de ação descerebrada, acontecerão explosões exageradas e sem sentido; num filme de terror slasher, a atriz que tirar a roupa será assassinada.

Dito isso, precisamos saber que se trata de uma saga teen onde elementos básicos da mitologia vampiresca foram deixados de lado, como o simples fato que vampiros morrem ao serem expostos ao sol. Resumindo: precisamos aceitar que existe um clã de vampiros que não bebe sangue humano, e que no sol a pele de um vampiro brilha como um diamante (ui!). Pelo menos não vemos lobisomens emos com mechas pintadas…

Em Lua Nova é tudo tão previsível… A gente consegue adivinhar quase todo o filme! Mas, antes de falar sobre isso, o aviso de spoiler!

SPOILERS!

SPOILERS!

SPOILERS!

SPOILERS!

No primeiro filme, Jacob já deixa claro que é ligado a lobisomens. Qualquer um que prestou atenção no diálogo dele com Bella na praia sacou isso logo de cara. Então, em Lua Nova, já sabemos de cara que, sem Edward por perto, Bella vai se aproximar de Taylor, que, no momento certo, vai revelar que é um lobisomem, e o triângulo amoroso humana-vampiro-lobisomem estará formado. E isso inclui uma shakespeariana tentativa de suicídio.

Acho que a única parte não óbvia do roteiro foi a entrada do clã dos Vulturi, introduzindo novos elementos na parte final do filme. Claro, isso será desenvolvido no próximo filme, Eclipse, já em pós produção…

Um dos problemas da franquia é a sua atriz principal. Kristen Stewart é bonitinha, mas é tão sem graça… Ela consegue ter sempre a mesma expressão no rosto, independente do que está acontecendo com a sua personagem. O tempo todo com o olhar para baixo, com cara de quem não sabe exatamente o que está fazendo num set de filmagens. Pattinson também é fraco como ator, mas pelo menos seu papel é menor. Lautner é o menos ruim dos três. Mas, afinal, para que precisamos de bons atores? Eles não são lindos? E não é isso que as adolescentes (maior público da franquia) querem?

(Com papéis menores, Dakota Fanning (Herois, Guerra dos Mundos) e Michael Sheen (o Lucien de Anjos da Noite) estão bem como parte do clã Vulturi. Seus personagens devem ter mais destaque no próximo filme.)

Outro problema do filme é que é tudo muito lento. Uma hora e meia dava tempo tranquilo de mostrar tudo. O filme não precisava ter mais de duas horas!

Mais uma coisa: não gostei dos lobisomens e seus pelos esvoaçantes, tudo em CGI. Este é um bom exemplo de como os computadores podem atrapalhar um filme. A transformação do Michael Jackson no videoclipe Thriller é melhor do que as daqui! E isso porque não estou citando filmes como Um Lobisomem Americano em Londres ou Um Grito de Horor!

Por fim, heu me questiono se meninas adolescentes deveriam ver este filme. O filme é machista ao extremo! Bella, com 18 anos, saindo da escola, não pensa em faculdade nem em trabalho, ela quer uma figura masculina forte para protegê-la. Se um foi embora, ela trata de procurar outro do mesmo estilo. Porque assim, continuará sendo a mocinha indefesa, dependente do namorado/marido. Meninas, existem exemplos melhores na vida! Já estamos no século XXI!

Enfim, este filme está “bombando” nos cinemas do mundo inteiro. Continuações virão… E o sucesso da saga continuará…

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , ,

7 pensamentos sobre “Lua Nova / New Moon

  1. Daniel Roma 4 dezembro, 2009 às 3:19 pm Reply

    Parece que foi ontem que a Dakota Fanning fez I Am Sam (disparado meu filme favorito) e agora ela tá crescida pra caramba!!!

    Eu fui ver o filme. Como diversão despretenciosa é bacana, e o valor do ingresso vale a lindíssima Ashley Greene… ai ai.

  2. Juliana 6 janeiro, 2010 às 11:47 am Reply

    Bom, lá vem você de novo falando sobre os elementos bésicos da mitologia, isso é uma crítica ao filme ou aos vampiros, o elemento básico do filme não é sobre criaturas místicas.Eu esperava muito desse filme, já que ele é o que as pessoas(que já leram TODOS os livros)mais gostaram, que é o meu caso, mas achei muito simples e bobo. Os atores principais, na minha opinião, não foram bem explorados e não vão ser bem explorados, pelo menos na saga Crepúsculo, eles são talentosos sim, mas esse talento não é mostrado nesse filme, a kristen realmente precisa melhorar esse jeito dela(parar de abrir a boca toda hora, olhar vazio e assustado)ela não é a Bella, e o Robert também(rapaz talentoso, aff que triste)com a cara de bobão, o Taylor tem pouca experiencia, mas um futuro bem próspero, eles não são somente beleza, so precisam de papeis com conteudo, e aqueles que tiveram pequenas participações, que é o caso da Dakota Fanning(Jane) e o Michael Sheen(Aro)foram totalmente incriveis, sempre adimirei o trabalho dos dois, e como você disse, merecem mais destaques no próximo filme, porém os Volturi são poucos citados no Eclípse(3° filme da saga), somente no 4°(Amanhecer), eles vão ter o seu devido destaque.

    Concordo plenamente com você, quanto a “Outro problema do filme é que é tudo muito lento. Uma hora e meia dava tempo tranquilo de mostrar tudo. O filme não precisava ter mais de duas horas!”, essa observação foi no alvo.

    Tudo não passa de uma fase, um dia essa meninas estéricas vão olhar para trás e ver que nada dos berros no cinema, gastos e mais gastos com camisas e revista Capricho deram resultado, apenas enriqueceram os outros.

  3. Daniel Roma 6 janeiro, 2010 às 1:23 pm Reply

    Po, e agora to lendo os livros (to no final de Lua Nova).

    Caraca, a adaptação tá pior do que os filmes do Harry Potter! Eles cortaram / mudaram MUITA coisa.
    É triste. Mais um exemplo onde o livro é bem mais legal…

  4. Daniel Roma 6 janeiro, 2010 às 1:25 pm Reply

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    SPOILERS!

    Heu, no livro a bela deduz pela conversa que teve com Jacob (no primeiro filme) que ele é lobisomem. Sim, é óbvio e no livro é assim mesmo que acontece. =)

  5. Kittoidonc 23 março, 2010 às 10:13 am Reply

    yes !!!

  6. The Runaways « Blog do Heu 27 junho, 2010 às 8:42 pm Reply

    […] O elenco principal traz dois dos mais badalados nomes de jovens atrizes de hoje: Kristen Stewart e Dakota Fanning. O que é curioso é que ambas são famosas por motivos opostos: Fanning é uma excelente atriz que começou cedo e já tem um currículo extenso; Stewart, por outro lado, coleciona críticas ruins pelas suas péssimas atuações. E não é a primeira vez que elas estão juntas, Fanning entrou pro elenco da saga Crepúsculo a partir do segundo filme, Lua Nova. […]

  7. Sangue e Chocolate « Blog do Heu 21 novembro, 2010 às 7:15 pm Reply

    […] por outro lado, me lembrei de como falei mal da transformação do lobisomem de Lua Nova. E as transformações aqui são ainda piores! São horríveis, uma pessoa pula, e de repente rola […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: