Festival do Rio – 2010

Festival do Rio – 2010

E hoje começa o Festival do Rio 2010, o momento mais aguardado do ano pelo cinéfilo carioca. São duas semanas com centenas de filmes espalhados por várias salas da cidade. Tem pra todos os gostos. Filmes de vários países diferentes, filmes cabeça, filmes cult, pré-estreias hollywoodianas, filmes obscuros que ninguém ouviu falar… Tem literalmente pra todos os gostos.

Acompanho o Festival desde a época que ainda existia o Fest-Rio (outro festival, no mesmo perfil, que rolava antes). E todo ano, faço uma seleção de filmes e arrisco. É um risco, porque muitas vezes a gente vê algo tão novo que não temos ideia se é bom ou ruim. Mas vale a pena!

Normalmente, escolho filmes que não devem entrar depois no circuito. Filmes alternativos, bizarros, sem legendas na película (filmes com “legenda eletrônica em inglês” são cópias que depois do Festival podem voltar aos seus países de origem). Claro, ainda sobra espaço para um ou outro que estou na pilha, aí funciona como uma pré-estreia.

Os filmes são distribuídos por mostras. As mostras “Expectativa 2010” e “Panorama do Ciema Mundial” são as que concentram o maior número de filmes com atores e diretores conhecidos, e também filmes que frequentaram os últimos grandes festivais, como Cannes, Veneza e Berlim. E também gosto muito da mostra “Midnight Movies”, normalmente o nicho onde vão parar os títulos mais curiosos e bizarros do Festival – o próprio site do Festival fala “um cantinho para experimentalismos, transgressões e todo tipo de bizarrices para quem quer se aventurar no desconhecido”.

Mas também vale passar os olhos pelas outras mostras. A mostra “Geração” deste ano traz um filme dinamarques sobre invasão alienígena… 😉

Este ano, como nos últimos, falarei aqui no blog sobre todos os filmes que já vi e os que ainda verei.

Antes de sair a programação, heu já tinha visto e comentado aqui sobre 3 filmes: Micmacs, o filme novo de Jean-Pierre Jeunet, o diretor de Delicatessen e O Fabuloso Destino de Amelie PoulanO Segredo da Rua Ormes, filme francês ultra-violento; e The Runaways – Garotas do Rock, cinebiografia da banda Runaways, estrelado por Dakota Fanning e Kristen Stewart. Os três são bons e valem a pena!

Já vi algumas sessões de imprensa, e baixei alguns filmes, então nos próximos dias, falarei aqui sobre A Substituta, Cortina de Fumaça, A Empregada, Buraco Negro, Nossa Vida Exposta, Copacabana, O Garoto de Liverpool e Sunshine Cleaning.

E pretendo comprar amanhã ingressos para ver Machete, Scott Pilgrim, Biblioteca Pascal, Kaboom, No Bosque, Monstros, Bom Apetite, Federal e The Topp Twins – Garotas Intocáveis.

Fiquem ligados neste link, aqui postarei todos os filmes ao longo das próximas semanas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: