A Rede Social

A Rede Social

Estreia hoje o badalado “filme do Facebook”!

A Rede Social mostra Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg), o criador do Facebook, sofrendo acusações em dois processos. Em flashbacks, vemos como a história chegou a esse ponto.

Dirigido por David Fincher (Seven, O Clube da Luta), A Rede Social é um eficiente retrato da sociedade atual, sempre logada nas redes sociais da moda, expondo gratuitamente a sua privacidade. O desafio era interessante: como fazer um filme empolgante com um tema tão técnico? Afinal, como documentário, a ideia é boa, mas o filme é um thriller…

Essa dúvida é respondida com um ótimo roteiro de Aaron Sorkin (baseado no livro “Bilionários Por Acaso – A Criação do Facebook”, escrito por Ben Mezrich), que tem um ritmo acelerado e diálogos ágeis, e é bastante eficiente nas idas e vindas dos flashbacks. E a trilha sonora, composta por Trent Reznor (Nine Inch Nails) e Atticus Ross, é outro acerto do filme. Só antevejo um problema: talvez alguns trechos sejam de difícil compreensão para quem não está habituado ao uso do computador.

O bom elenco também está inspirado. Jesse Eisenberg faz um ótimo Mark Zuckerberg, um sujeito egoísta e antipático ao extremo. Justin Timberlake, o cantor que já mostrou que sabe atuar (Alpha Dog, Entre o Céu e o Inferno), também brilha como Sean Parker, o criador do Napster. Andrew Garfield, que em breve será o novo Homem Aranha, faz o brasileiro Eduardo Saverin, melhor amigo de Zuckerberg. E Armie Hammer interpreta, ao mesmo tempo, os gêmeos Winklevoss, num trabalho tão impressionante que parece que são dois atores diferentes.

Na minha humilde opinião, o filme tem um defeito. Quando surge a ideia da criação do Facebook, os personagens agem como se algo inédito estivesse sendo inventado. Ora, mas o Facebook foi lançado em fevereiro de 2004, pouco depois do Orkut. Ok, aparentemente as ideias embrionárias de ambos as redes de relacionamentos foram na mesma época, mas, mesmo assim, não era algo assim tão inovador. E pelo menos nós, brasileiros, temos que reconhecer que, assim como hoje o Facebook é “in” e o Orkut é “out”, o Orkut se popularizou aqui antes. Aliás, o Orkut nem é citado no filme. Falam do Friendster e do Myspace, mas “esquecem” do Orkut. Me pareceu inveja…

A Rede Social está badalado para o Oscar 2011. Será?

Anúncios

7 pensamentos sobre “A Rede Social

  1. Tott 4 dezembro, 2010 às 9:38 am Reply

    Heu, excelente post, mas cabe um comentário: O Orkut fez um sucesso estrondoso aqui no Brasil, é fato. O que também é fato é que 99% do Orkut é Brasil, India e Polônia. Perceba que os EUA não estão nessa lista. Não é uma questão de inveja, mas sim uma questão de relevância (na cultura americana, obviamente) 🙂

    A propósito, seguem alguns links interessantes sobre o assunto:

    http://www.xkcd.com/802/
    http://www.xkcd.com/256/

    []s

    Tott

  2. Oz 4 dezembro, 2010 às 10:33 pm Reply

    O que diabos é “Friendster”??? Nunca ouvi falar…

    • Rê Brito 6 dezembro, 2010 às 1:31 pm Reply

      Oz, Friendster é um agregador de sites de relacionamento. É como se você tivesse o twitter, o orkut, o facebook, o flickr, blog todos na mesma página.

  3. Rê Brito 6 dezembro, 2010 às 1:33 pm Reply

    eu gostei foi da menina que interpreta a namorada dele. Aliás achei o final sensacional, quando ele ficou esperando ela adicioná-lo no facebook. No final parece que ele criou algo genial para uma motivação fútil. Levou um fora da namorada e quis mostrar que ele poderia criar um clube privado.

  4. Ivan 28 dezembro, 2010 às 5:57 pm Reply

    Adorei a critica, passa exatamente como é o filme!!
    Não sabia o fato dos Gêmeos, mto legal essa parte!!
    Conheci o blog da comunidade do Flu!!
    Ja favoritei!!
    Abraços!!

  5. O Preço do Amanhã « Blog do Heu 24 novembro, 2011 às 9:28 pm Reply

    […] dizer que se o cara só dependesse dos filmes para sobreviver, ele não passava fome. Assim como em A Rede Social, Amizade Colorida e Professora Sem Classe, Timberlake manda bem aqui. E ele não está sozinho, o […]

  6. Blog do Heu » O Preço do Amanhã 25 novembro, 2011 às 6:40 am Reply

    […] dizer que se o cara só dependesse dos filmes para sobreviver, ele não passava fome. Assim como em A Rede Social, Amizade Colorida e Professora Sem Classe, Timberlake manda bem aqui. E ele não está sozinho, o […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: