The Kentucky Fried Movie

The Kentucky Fried Movie

Com anos de atraso, finalmente vi o famoso The Kentucky Fried Movie!

The Kentucky Fried Movie não tem exatamente uma sinopse. É uma série de esquetes soltas, simulando uma programação de tv, passando vários programas diferentes. Programas jornalísticos, comerciais, filmes eróticos, um filme de kung fu inteiro, trailers de outros filmes… Mais ou menos como fazia o TV Pirata, um dos melhores humorísticos da história da tv brasileira.

Lançado em 1977, The Kentucky Fried Movie tem pedigree. O filme foi escrito pelo trio David Zucker, Jim Abrahams e Jerry Zucker, que ficaria famoso anos depois por alguns dos mais hilariantes filmes dos anos 80, como Apertem Os Cintos, O Piloto Sumiu e Top Secret – Superconfidencial. E foi dirigido por John Landis, outro que brilhou nos anos 80, com filmes como Os Irmãos Cara de Pau, Um Lobisomem Americano em Londres e Trocando as Bolas.

Na época, Zucker, Abrahams e Zucker tinham um grupo de teatro, o “Kentucky Fried Theater”, e estavam tentando vender seu projeto, mas os estúdios recusavam, com a desculpa que “audiências não gostavam de filmes compostos de esquetes”. Eles não só conseguiram vender o projeto, como fizeram história. Seu estilo de humor nonsense é referência até hoje, ao lado de gente como Monty Python e Mel Brooks!

O elenco não tem muitos nomes conhecidos. Como são esquetes curtas (tirando o filme de artes marciais “A Fistful of Yen”, quase um média metragem), quase todos no elenco têm pequenas participações. Podemos citar os nomes de Donald Sutherland, Leslie Nielsen, George Lazenby e Bill Bixby (o Bruce Banner do seriado Hulk).

Curiosamente, The Kentucky Fried Movie nunca foi lançado aqui no Brasil. Lembro da época do vhs, este filme de vez em quando era citado em listas de melhores comédias da história. Mas nunca apareceu no mercado, nem em vhs, nem em dvd. Mais um daqueles casos de filmes mal lançados… Sorte que hoje em dia sei onde comprar o dvd gringo!

E finalmente vi o filme. Mas… Sei lá, achei meio bobo. Algumas piadas são boas, quem conhece o estilo nonsense do trio ZAZ já consegue ver várias tiradas com a cara deles. Mas, no geral, as boas piadas se perdem no meio de vários momentos bobos.

O filme não é ruim. Mas, na minha humilde opinião, a edição perdeu tempo demais em algumas coisas. Por exemplo, o filme de kung fu é longo demais, chega a ser chato – falha imperdoável para um filme neste estilo. E algumas das esquetes não têm graça…

Mesmo assim, ainda vale a pena. Nem que seja pelo valor histórico. Mas confesso que fiquei com medo de rever As Amazonas da Lua, outro filme no mesmo estilo “programação de tv zapeando entre os canais” (que contou com o mesmo John Landis, entre outros, na direção). Amazonas foi lançado aqui (em vhs, não em dvd), e gostei na época. Será que, visto hoje em 2011, acharei tão bobo como The Kentucky Fried Movie?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: