Pânico na Neve

Pânico na Neve

Confesso que não dei bola quando este Pânico na Neve (Frozen, no original) passou nos cinemas. Não me pareceu que seria grandes coisas. Agora que vi, retiro o que disse: é um “pequeno” bom filme.

Por vários azares combinados, três amigos ficam presos à noite em um teleférico, a uma altura perigosa para pular. Quando eles constatam que foram esquecidos pelo resort, eles precisam decidir se tentam sair do teleférico ou enfrentar o frio – e talvez congelarem até a morte.

Pânico na Neve corria um risco grande, afinal, boa parte do filme se baseia nos diálogos dos três únicos personagens, presos em um único cenário onde não podem se mover. Mas o filme soube escapar das armadilhas. Não vou adiantar muitas coisas aqui por causa de spoilers, mas o roteiro consegue usar vários elementos diferentes para manter a tensão do início ao fim.

A produção, independente, é espartana. Basicamente só vemos os três atores na tela, e as filmagens foram feitas usando um teleférico de verdade, com altura real e neve real. Os atores, claro, não são nomes muito conhecidos. Shawn Ashmore foi Iceman, um mutante coadjuvante nos dois primeiros X-Men; Emma Bell ganhou, pouco depois, um papel na boa série The Walking Dead; Kevin Zegers esteve no também independente Transamerica.

Pânico na Neve fez sucesso no festival independente Sundance, mas foi mal no circuito convencional. Pena, Pânico na Neve não é um filmaço, daqueles que se tornam “obrigatórios”, mas merecia melhor sorte no circuito…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: