The Loved Ones

The Loved Ones

Uêba! Novo trash australiano na área!

O jovem Brent recusa o convite da sua colega Lola para ser seu par no baile de formatura da escola. Mas Lola não vai desistir tão fácil…

The Loved Ones tem seus pontos positivos e negativos. Vamos a eles?

Uma coisa boa é o crescente da narrativa. Perto do fim, viradas no roteiro vão acontecendo, e o filme, que parecia bobinho no início, fica teeenso! E achei o fim bem legal. Além disso, o filme traz umas boas cenas de tortura. O sangue é abundante, os apreciadores do gênero não vão se decepcionar.

Mas, por outro lado, o filme não se decide na dose de humor. Às vezes é sério, às vezes, engraçadinho. Na minha humilde opinião, o diretor e roteirista Sean Byrne poderia ter se inspirado nos primeiros trabalhos de Sam Raimi (trilogia Evil Dead) e Peter Jackson (Náusea Total, Fome Animal) e ter carregado mais no humor negro do seu primeiro longa de ficção. Com certeza sua audiência ia apreciar!

No elenco, claro, nenhum nome conhecido. A boa notícia é que rolam duas discretas cenas de nudez gratuita…

Enfim, a Oceania já nos apresentou diretores com primeiros filmes mais promissorres, como o já citado Peter Jackson. Mas Sean Byrne é um nome a ser anotado, e o seu The Loved Ones vale ser visto!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: