Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio

Crítica – Velozes & Furiosos 5 – Operação Rio

Estreou a nova polêmica envolvendo o Rio!

Neste quinto filme da franquia, Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker) e Mia (Jordana Brewster) fogem para o Rio de Janeiro. Enquanto tramam um golpe milionário contra o mega traficante (português!) Hernan Reyes (Joaquim de Almeida), são perseguidos pelo agente do FBI linha dura Luke (Dwayne Johnson).

Antes de falar do filme, vou falar da tal polêmica. Muita gente aqui no Brasil ficou ofendida com o modo como o Rio é mostrado. Bem, meus comentários:
1- As pessoas reclamam, mas… É mentira? Se os bandidos não tivessem tomado conta das favelas, por que precisa de uma polícia “pacificadora” dentro da favela – as UPPs? E mais: tem muita gente graúda por trás dos bandidos, todo mundo sabe disso.
2- Ok, é “feio” admitir que aqui no Brasil a bandidagem toma conta. Mas… Tropa de Elite 2 não fez exatamente a mesma coisa? Por que é legal falar bem de um, mas é errado falar mal do outro?
3- O Rio de Janeiro tá na moda. E entrou definitivamente no rol das cidades mais famosas do mundo. Quantas vezes a gente vê filmes que se passam em cidades como Londres, Paris ou Nova York, mas que não se preocupam em retratar o local com a precisão de um morador? Gente, Velozes & Furiosos 5 é uma produção estrangeira! A única brasileira no “time principal” é a Jordana Brewster, que construiu carreira em Hollywood!

Vamos ao filme…

Velozes & Furiosos 5 é um excelente filme de ação. Não faria feio em uma lista de melhores filmes de ação dos últimos anos. Pancadaria, tiros, explosões, perseguições de carro e à pé, tudo em boas quantidades – o cardápio do filme é bem servido.

O Rio de Janeiro é cenário. E, olha, ficou muito bom – a cidade, que é uma das mais bonitas do mundo, foi muito bem fotografada através das lentes do diretor Justin Lin (o mesmo do filme anterior), que usou tomadas aéreas e terrestres, pegando ângulos turísticos e não turísticos – rola uma perseguição na favela que lembra o parkour de B13 – 13º Distrito. Aliás, li que parte das filmagens fora feitas em Porto Rico – isso deve explicar porque não consegui reconhecer as ruas da perseguição final. E aquela ponte não é a Rio-Niteroi, a Rio-Niteroi tem quatro pistas pra cada lado, aquela só tem duas…

O roteiro não é perfeito, tem suas inconsitências e seus furos. O objetivo não é um roteiro redondinho, e sim ação de tirar o fôlego. Para tal, vemos algumas sequências absurdas – aquele cofre sendo arrastado ia acabar atropelando pedestres inocentes! Mas nada grave, apenas relaxe e curta a adrenalina.

O elenco é acima da média. O quarteto incial voltara no filme anterior, mas a personagem da Michelle Rodriguez morreu. Então, aqui só temos Vin Diesel, Paul Walker e Jordana Brewster. Mas o elenco teve reforços legais, como Dwayne “The Rock” Johnson, Elsa Pataky e o português Joaquim de Almeida. E, pra completar, voltaram outros atores que já tinham participado da franquia, como Matt Schulze (do primeiro filme); Tyrese Gibson e Ludacris (do segundo); Sung Kang, Tego Valderon e Don Omar (do terceiro); e a bela Gal Gadot (do quarto) – ou seja, prato cheio pros fãs da franquia.

Comentários irônicos sobre o elenco:
– O The Rock deve ter deixado o cavanhaque crescer pra ninguém confundir ele com o Vin Diesel. Tudo bem que o Rock é muito mais forte que o Diesel, mas, afinal, são dois grandalhões carecas…
– Acho que foi a primeira vez que vi a Jordana Brewster falando português! E já tinha a visto em outros seis filmes!
– O Tego Leo não é igual ao Gil Brother, do Hermes e Renato? 😛

Teve uma coisa que não gostei: os gringos falando português. Dá pra ver que tinha alguém pra ensinar as falas, incluindo as gírias. Mas, pelo menos pra nós brasileiros, ficou muito forçado, como naquela cena antes do pega, debaixo daquele novo viaduto da linha 2 do metrô (os pegas são na Radial Oeste?). Custava muito ter contratado uns brasileiros em papeis pequenos?

O mesmo comentário vai pra Joaquim de Almeida. Gosto do cara, ele fez 24 Horas, Perigos Real e Imediato, A Balada do Pistoleiro, mas… Um português como o chefe da contravenção carioca? Forçou a barra… Tá cheio de ator brasileiro bom e disponível pra um papel desses!

Enfim, os críticos sérios torcerão o nariz. Os patriotas cegos idem. Mas se você curte um bom filme de ação e quer ver que o Rio de Janeiro continua lindo, Velozes & Furiosos 5 é a pedida!

Ah, sim, importante, rola uma cena durante os créditos. Pela cena, com certeza, teremos um Velozes e Furiosos 6, por dois motivos: um é a Eva Mendes em um “papel gancho”; a outra é impossível de falar sem spoilers… Mas fica a dica: aguarde a cena!

.

.

Se você gostou de Velozes & Furiosos 5, o Blog do Heu recomenda:
Velozes e Furiosos 4
Corrida Mortal
Tropa de Elite 2
B13 – 13º Distrito

Anúncios

5 pensamentos sobre “Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio

  1. DanielFGS 10 maio, 2011 às 7:06 pm Reply

    Mano,eu concordo totalmente com isso que vc disse,eu e meu irmão vimos comentatios sobre o filme na TV e pensamos a mesma coisa: “e não é verdade ?”.As pessoas falam que os gringos não sabem nada do Brasil,mas a gente tambem não sabe mais do que se ver em filmes,seriados,desenhos,etc,tanto os brasileiros quanto os americanos são muito enguinorantes (acertei palavra ?).È alem disso “essa é uma das poucas situações em que americanos acertam sobre a cultura brasileira”,talvez não toalmente,mas acertaram.

  2. DanielFGS 10 maio, 2011 às 7:17 pm Reply

    Outra coisa legal,essa sequencia foi uma ótima ideia,juntar varios persongens de todas as franquias,isso é bom pra compesar o fato de que os fans não gotaram tanto dos 2° e 3° Filmes.

    P.S:Eu adorei o terceiro filme,discordei de algumas pessoas não gostarem pelas corridas serem drifting,o filme é muito loko,eu tambem gostei do personagem principal.

  3. mario 13 maio, 2011 às 12:02 am Reply

    odiei o filme. sou fã da série desde o primeiro filme e achei esse um absurdo de mal feito por vários motivos: 1- metade do filme não é filmado aqui, as cenas “bonitinhas” são filmadas no paraguay ou no panamá se eu nao me engano. 2- os grigos “falando” português são dublados, ou ninguém percebeu uma hora que o braço direito de Hernan Reyes (o nome do cara é em espanhol??? em um bandidasso BRASILEIRO – outra gafe) entra na favela e claramente grita “filho da p*ta” e a dublagem refaz para “desgraçado”. 3- (SPOOOOILERRRRR)————>>>>>>>a única cena de CORRIDA mesmo é cortada. 4- (SPOOOOOILERRRRRR) ————->>>>> o Charger novo da polícia que é roubado, magicamente se torna o Charger antigo (???!?!?) quando é tunado pela gangue. Isso sem contar as inúmeras cenas em que aparecem mensagens escritas em espanhol, carros que não existem no Brasil estacionados nas ruas e cujas placas são claramente estrangeiras, cenas com desertos e canyons, agentes americanos do FBI andando de trem por aqui…deixo de fora as cenas que desafiam a gravidade e a física pois, afinal, é um filme de ação e isso todo mundo gosta de ver 🙂

  4. […] p.s.: Bangkok não é bem retratada no filme. Será que o povo de lá se revoltou como alguns cariocas se revoltaram com Velozes e Furiosos 5? […]

  5. douglas/japão 27 julho, 2011 às 12:04 pm Reply

    gente o brasil e nosso ai ven pessoas do esterior querendo mandar aqui , eu adoro todos os velozes e furiosos ,mais gente para ne ele não querem que os brasileiro fiquem famosos nos filmes deles so para trazer mais credibilidade para eles mesmo porque nois somos bobos porque sai um filme estrangeiro com ator brasileiro ai todo mundo quer ver isso e o erado eles tão nos usando para de burice ,eles so queren o brasil porque e o algem , hoje nos filme depois que conseguirão oque querial some , mete o pau no brasil e por diante joia ficão com deus fui …. ah e tomara que tenha o fast furious 6.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: