Stake Land

Crítica – Stake Land

Filme de vampiro tem um monte por aí. Filme de futuro pós-apocalíptico também tem um monte. Mas filmes misturando os dois temas são mais raros…

Num futuro onde a sociedade foi devastada por um apocalipse de vampiros, o adolescente Martin se une ao caçador de vampiros Mister na luta pela sobrevivência.

O que é legal aqui neste filme dirigido pelo ainda desconhecido Jim Mickle é que, se a gente trocar o “vampiro” por, sei lá, um vírus, uma catástrofe natural ou algo semelhante (pode até ser os já “tradicionais” zumbis), o filme funciona direitinho – vira um drama pós-apocalíptico sério. O que não quer dizer que os vampiros sejam mal feitos – nada disso, são vampiros à moda antiga, assustadores como eram pra ser, antes da atual moda de vampiros galãs.

O elenco, liderado pelos pouco conhecidos Connor Paolo e Nick Damici, tem um nome famoso: Kelly McGillis, outrora a bonitona de Top Gun e A Testemunha, mas hoje cinquentona e sem nenhum glamour.

O roteiro, escrito pelo diretor e pelo protagonista Nick Damici, faz um bom trabalho na construção dos personagens e seus dramas. O filme prefere focar nas pessoas, mas achei que o conflito com a “Irmandade” poderia ser melhor explorado – aquele grupo de freaks podia render uma boa história.

Stake Land não se tornará um clássico, mas pode ser uma opção pra quem estiver cansado dos clichês comuns de vampiros.

.

.

Se você gostou de Stake Land, o Blog do Heu recomenda:
Zombieland
Padre
O Livro de Eli

Anúncios

2 pensamentos sobre “Stake Land

  1. DanielFGS 6 setembro, 2011 às 3:53 pm Reply

    Parece ser legal,eu gosto de filmes pós-apocalíptico,mas com vampiros nuca vi,os vampiros são cruéis,já que eles não são burros que nem os zumbis.

    OBSERVAÇÃO:Os vampiros sempre foram galãs,até aquele horroroso do “Volupia Sangrenta”.A diferença é que os vampiros de hoje em dia estão muito “EMO”,apropósito já to cansado de gente comparando os Vampiros do Crepúsculo com os de filmes de terror,são tipos de vampiros diferentes Caralho,Crepúsculo não é de terror,é só um romance adolescente,porra (Embora eu goste um pouco,mas eu não sou emo).Então espero que acabem com essas comparações.

  2. […] está construindo uma carreira de “scream queen” contemporânea – ela esteve em Stake Land e nos dois novos […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: