Imortais

Crítica – Imortais

Onze anos atrás, lembro do filme A Cela, que tinha um visual belíssimo mas era raso como um pires. O diretor Tarsem Singh agora está com filme novo – o que podemos esperar?

Secretamente escolhido por Zeus, Teseus precisa enfrentar o cruel rei Hyperion, que procura o Arco de Épiro para libertar os Titãs e assim se vingar dos deuses do Olimpo.

Imortais nem é ruim. Mas tampouco é bom. Parece uma versão requentada de 300 (coincidência ou não, dos mesmos produtores), mas com uma história mais fraca, e também mais bagunçada.

Parece que resolveram chutar o balde no que diz respeito à mitologia grega. Não sou um grande entendido no assunto, mas até onde sei, Teseu não era um camponês bastardo. E não gostei de terem avacalhado a história do Labirinto e do Minotauro. Cadê a Ariadne, aquela que entregou o fio pra guiar Teseu?

Outra coisa que ficou ruim foi o Olimpo, com deuses sem expressão e que parecem saídos de um programa tipo Malhação. Mais: não tenho nada contra Luke Evans, mas um garotão imberbe não pode ser Zeus – principalmente pra quem viu Laurence Olivier no mesmo papel (no Fúria de Titãs de 1981)!

A direção de arte é realmente o que o filme tem de melhor. Algumas das batalhas valem o ingresso – gostei ver os deuses brigando em câmera lenta. Os grandiosos cenários estilizados também são muito bem feitos.

O elenco é cheio de nomes “médios”. Henry Cavill tem potencial para se tornar uma grande estrela ano que vem – ele é o novo Super Homem (basta saber se o novo filme vai ser mais parecido com o fraco Superman Returns de 2006 ou com o ótimo Batman de Christopher Nolan). Mickey Rourke ainda está procurando o caminho para retomar sua carreira, seu vilão malvadão nem ficou ruim. Freida Pinto, de Quem Quer Ser um Milionário, está ok como Phaedra, mas me questiono se uma atriz indiana foi a melhor escolha para um papel grego. Ainda no elenco, John Hurt, Isabel Lucas e Stephen Dorf.

No fim, fica a dica: se você curte um visual caprichado, pode gostar de Imortais. Mas não espere muito mais do que isso.

.

.

Se você gostou de Imortais, o Blog do Heu recomenda:
300
Fúria de Titãs (2010)
Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Anúncios

Marcado:, , , , , , ,

6 pensamentos sobre “Imortais

  1. Claudia Rodrigues 30 dezembro, 2011 às 7:08 pm Reply

    Ai carácas… desanimei de ver o filme depois de ler teu comentário.

  2. Sr. Gabriel 12 janeiro, 2012 às 4:55 pm Reply

    Péssimo! Muito, muito ruim mesmo. Certamente estará na lista dos piores do ano.

    E o Mickey Rourke, de quem gosto muito, ainda levou o filme a sério. É visível.

    • Bernard 25 fevereiro, 2012 às 11:38 am Reply

      Po fera, “péssimo” é exagero seu!

  3. Fúria de Titãs 2 « Blog do Heu 4 abril, 2012 às 8:06 pm Reply

    […] você gostou de Fúria de Titãs 2, o Blog do Heu recomenda: 300 Imortais Percy Jackson e o Ladrão de Raios Share this:CompartilharFacebookTwitterGostar disso:GostoSeja o […]

  4. LemmyPunkBR 6 abril, 2012 às 8:11 am Reply

    O filme não é nenhuma obra prima mas também não é péssimo. Os apreciadores de filmes épicos com batalhas de espada, escudo e lanças vão gostar com certeza. O visual realmente é incrível.

  5. Espelho, Espelho Meu « Blog do Heu 12 junho, 2012 às 2:47 pm Reply

    […] Espelho Meu (Mirror, Mirror, no original) foi dirigido por Tarsem Singh, o mesmo de A Cela e Imortais. Por aí, a gente já consegue antecipar como será a sua versão do conto da Branca de Neve. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: