Indicados ao Oscar 2012

Indicados ao Oscar 2012

Chegou a hora do burburinho entre cinéfilos – saiu a lista dos indicados ao Oscar 2012!

O fato de um filme ser indicado para o Oscar não o torna obrigatoriamente um bom filme. Mas não deixa de ser uma lista interessante para aqueles que querem se atualizar com o cinema hollywoodiano contemporâneo.

Pensando nisso, vou fazer alguns comentários sobre alguns indicados. Lembrando que, como só vi alguns deles, vou ter que dar muitos palpites – e depois posso descobrir que palpitei errado… 😉

Só vou falar sobre algumas categorias. Quem quiser ver a lista completa, está aqui: http://www.imdb.com/oscars/nominations/

Vamos aos indicados?

Melhor filme:

O Artista
Os Descendentes
Cavalo de Guerra
O Homem que Mudou o Jogo
A Árvore da Vida
Meia Noite em Paris
Histórias Cruzadas
A Invenção de Hugo Cabret
Tão Forte e Tão Perto

Desses aí, só três passaram no Brasil: Meia Noite em Paris, que é muito bom, mas não tem cara de ganhador de Oscar; A Árvore da Vida, chaaato, adorado pelo povo cabeça, e que também não deve ganhar; e Cavalo de Guerra, que está em cartaz e heu ainda não tive tempo de assistir.
Aguardo ansiosamente por A Invenção de Hugo Cabret, fantasia dirigida por Scorsese, e também estou muito curioso com O Artista, filme francês mudo e em preto e branco, apesar de ter sido realizado ano passado. Se heu fosse apostar, seria em um desses dois.
Ainda na lista tem dois que não me interessaram quando vi os trailers: Os Descendentes e Histórias Cruzadas. Tampouco me interessei por O Homem que Mudou o Jogo. Mas agora vou procurar os três.
Por fim, admito que nunca tinha ouvido falar de Tão Forte e Tão Perto

Melhor diretor:

Martin Scorsese (A Invenção de Hugo Cabret)
Michel Hazanavicius (O Artista)
Alexander Payne (Os Descendentes)
Woody Allen (Meia Noite em Paris)
Terrence Malick (A Árvore da Vida)

Nem dá pra palpitar aqui. Scorsese passou anos sendo ignorado pela academia e ganhou seu primeiro Oscar há pouco tempo, em 2007, por Os Infiltrados. Talvez a Academia queira dar outro prêmio para ele, pelos muitos anos de bons serviços. Woody Allen também tem um currículo brilhante e não seria mal se ganhasse mais um (ele já tem pelo roteiro de Hannah e Suas Irmãs e direção e roteiro de Noivo Neurótico, Noiva Nervosa ), mas, sei lá, o vejo afastado desse burburinho de Oscar. Não gostei do trabalho de Terrence Malick, mas o cara é queridinho. O filme de Alexander Payne está badalado, mas talvez ele seja alternativo demais. E Michel Hazanavicius tem uma carreira promissora, acredito que ele tem um grande futuro, mas acho difícil um estreante ganhar de tantos feras.

Melhor ator:

Demián Bichir
George Clooney
Brad Pitt
Gary Oldman
Jean Dujardin

Se a gente seguir a lógica do Globo de Ouro, George Clooney leva para casa o seu segundo Oscar (ele ganhou em 2005, por Syriana). Não vi o filme de Brad Pitt, mas ficaria feliz se ele ganhasse – o considero um grande ator, e ele nunca ganhou Oscar. Também gosto de Gary Oldman, outro que não tem Oscar.

Melhor atriz

Glenn Close
Viola Davis
Rooney Mara
Meryl Streep
Michelle Williams

Pelo que a gente lê por aí, o prêmio já tem o nome da Meryl Streep, pela sua interpretação de Margareth Thatcher no filme A Dama de Ferro. Bem, se for, não será surpresa, ela já foi indicada dezessete vezes (ganhou “só” duas vezes).

Melhor ator coadjuvante

Kenneth Branagh (Sete Dias com Marilyn)
Jonah Hill (O Homem Que Mudou o Jogo)
Nick Nolte (Guerreiro)
Christopher Plummer (Toda Forma de Amor)
Max von Sydow (Tão Forte e Tão Perto)

Melhor atriz coadjuvante

Bérénice Bejo (O Artista)
Jessica Chastain (Histórias Cruzadas)
Melissa McCarthy (Missão Madrinha de Casamento)
Janet McTeer (Albert Nobbs)
Octavia Spencer (Histórias Cruzadas)

Não tenho ideia sobre atores e atrizes coadjuvantes, não vi nenhum dos filmes…

Melhor Roteiro Original

O Artista
Missão Madrinha de Casamento
Margin Call – O Dia Antes do Fim
Meia-Noite em Paris
A Separação

Me parece que a briga fica entre O Artista e Meia-Noite em Paris. Mas é chute.

Melhor Roteiro Adaptado

Os Descendentes
A Invenção de Hugo Cabret
Tudo pelo Poder
O Homem Que Mudou o Jogo
O Espião Que Sabia Demais

Se tem um prêmio que não tenho a menor ideia este ano, é o de Roteiro Adaptado. Por mim, os cinco candidatos estão aptos.

Melhor filme de animação

Chico & Rita
Rango
A Cat in Paris
O Gato de Botas
Kung Fu Panda 2

Achei estranho não ver As Aventuras de Tintin aqui, acho que merece mais do que O Gato de Botas e que Kung Fu Panda 2. E não conhecia nem Chico & Rita nem A Cat in Paris. Mas acho que o Oscar vai pra Rango

Filme estrangeiro

Bullhead – Bélgica
Monsieur Lazhar – Canadá
A Separação – Irã
Footnote – Israel
In Darkness– Polônia

Não vi nenhum. Mas em todo lugar só se fala do filme iraniano. Pena, preferia ver Tropa de Elite 2 e A Pele Que Habito nesta lista.

Canção Original

Man or MuppetOs Muppets – Música e Letra de Bret McKenzie
Real in Rio – Rio – Música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown e letra de Siedah Garrett

Apesar de gostar do desenho que tem o nome da cidade onde nasci, estou na torcida pelos Muppets – lembrem-se que é o Sheldon (Jim Parsons) na tela!

Trilha sonora

As Aventuras de Tintim – John Williams
O Artista – Ludovic Bource
A Invenção de Hugo Cabret – Howard Shore
O Espião que Sabia Demais – Alberto Iglesias
Cavalo de Guerra– John Williams

Alguém sabe quantas vezes John Williams já concorreu ao Oscar? Segundo o imdb, foram 41 vezes (ganhou cinco), mas não sei se já conta as duas indicações deste ano. Acho que ele leva por As Aventuras de Tintim.

Efeitos visuais

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2
A Invenção de Hugo Cabret
Gigantes de Aço
Planeta dos Macacos: A Origem
Transformers: O Lado Oculto da Lua

Taí, nenhum dos filmes destoa. Mas acho que Planeta dos Macacos e seu “macaco-ator-digital” leva. Pelo menos é o que mais merece.

Anúncios

Um pensamento sobre “Indicados ao Oscar 2012

  1. Sr. Gabriel 24 janeiro, 2012 às 11:02 pm Reply

    Ih, amigo Heu, já vi que vou discordar substancialmente do amigo desta vez em relação ao Malick.

    Terrence Malick não é queridinho. Ele é daqueles que entende o ator como gado, sendo assim, é pouco notado. Essa é apenas a segunda indicação dele. Perdeu para o Spielberg quando indicado por Além da Linha Vermelha. Eu adoro Tree of Life, como adoro os trabalhos dele. É um grande diretor. Viu o que disse o Plummer sobre ele?

    Acho que de Melhor Filme vai ficar entre The Artist e Os Descendentes. O segundo parece ter toda a pinta dos filmes que a provinciana academia adora. E o Payne já foi esnobado em outras oportunidades fazendo filmes sobre a mesma temática: homens de meia-idade, crise conjugal, crise de identidade, sentido da vida e tal. Senti falta de O Espião Que Sabia Demais. War Horse não merecia estar aí!

    Outro filme do péssimo Stephen Daldry no páreo, né? Como um diretorzinho tão mão-pesada consegue ter tão fãs? Inacreditável!

    Melhor Ator creio que seja a mesma querela sobre Melhor Filme. Oldman correndo por fora, mas vou torcer demais por ele. Um grande trabalho! Atuação marcante demais para ser desprezada. Uma sacanagem a não indicação do Fassbender. Já é a segunda vez. A outra foi por Hunger, quando merecia concorrer com o Sean Penn e o Mickey Rourke.

    Melhor Atriz achei esquisita a não indicação da Tida Swinton. Não vi Precisamos Falar Sobre o Kevin, porém, li coisas ótimas sobre. E é uma atriz espetacular. Já foi sacaneada por Até O Fim, apesar de já ter ganho por Michael Clayton.

    Melhor Diretor eu nem arrisco, viu?! Disputado pra caramba. Seria legal que alguma raposa velha vença, mas também seria legal a ousadia de se fazer um filme mudo, preto-e-branco; ser homenageado com prêmios importantes.

    Legal ver o Nick Nolte de volta. Não vi Warrior, só acho legal o retorno dele depois de anos no limbo. Vi a atuação do Plummer e creio que leve. Tem todos os requisitos que a Academia gosta: ator veterano, sem oscar, em um trabalho sincero, leve e comovente. Já era de esperar a não indicação do Brooks por Drive. E será que caberia o Jeremy Irons por Margin Call? Não sei, seria legal vê-lo aqui também.

    A Espanha não submeteu A Pele Que Habito, sendo assim, ficou de fora. Uma pena, pois lutaria legal com A Separação.

    Acho que A Separação, Rango e Woody Allen como melhor screenplayer parecem ser barbadas. Mas não cravaria. E foi bem legal Margin Call ter sido lembrado. O roteiro é muito bom!

    Tintim ficou de fora da animação por uma regra: filmes criados à partir de captura de movimentos não são considerados animação. Era ele ou Rango, né? Aliás, diga-se de passagem, Rango é excelente!

    Obs: o amigo não viu O Espião Que Sabia Demais?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: