Jack & Diane

Crítica – Jack & Diane

Mais um filme indie besta…

Jack e Diane são duas jovens que se conhecem em Nova York e logo se sentem atraídas uma pela outra. Só que ao descobrir que Diane está de mudança para a Europa, Jack tenta se afastar.

Falei aqui outro dia do Kid-Thing. Jack & Diane tem um problema bem parecido: falta história.

O filme é mais ou menos assim: Diane encontra Jack, Jack encontra Diane, algumas coisas aleatórias acontecem com as duas, e o filme acaba sem levar nada a lugar algum.

Tem gente no imdb citando Jack & Diane como um filme “lésbico de lobisomem”. Seria um caminho interessante, mas passa bem longe do resultado final. Tem lesbianismo sim. Mas não espere lobisomens!

No fim de Jack & Diane rola uma cena nada a ver com o resto da história, um “plot twist” completamente inesperado, e se a trama fosse naquela direção, o filme seria bem melhor. Mas nada, tudo logo volta ao marasmo…

Me parece que o diretor e roteirista Bradley Rust Gray estava perdido. Além do “plot twist” inesperado, rolam outras ideias igualmente desperdiçadas ao longo da projeção. Por exemplo: a cena com a cantora Kylie Minogue é completamente dispensável, não leva a lugar nenhum. Ou a constrangedora cena onde Diane tenta raspar os pelos púbicos e sei lá por que não consegue. Aliás, acho que o filme inteiro é assim, cenas desconexas aglomeradas, tentando criar uma linha narrativa. Tentativa frustrada…

Num filme desses, é complicado falar do elenco – os atores não têm nada a fazer. Só posso dizer que a Juno Temple é boa atriz porque a vi em outras produções (nos próximos dias falarei aqui de Killer Joe onde Juno está sensacional), aqui ela só anda de um lado pro outro usando roupas feias. Ah, Riley Keough (que interpreta Jack) é neta de Elvis Presley.

Enfim, dispensável.

Marcado:, , , , ,

2 pensamentos sobre “Jack & Diane

  1. Karine Cunha 3 janeiro, 2013 às 11:51 pm Reply

    Acabei de ver esse filme e não tenho nem palavras, muito sem nexo, sem noção, sem sentido…. Tempo jogado fora.
    Dispensável +1

  2. Mineirinha 7 junho, 2016 às 5:25 pm Reply

    Muito ruim esse filme. Filmes com temática gay geralmente e ruim. Pq eles nao fazem um laboratório. Aposto que vai achar um milhao de histórias mais interessantes a serem contados de um filme. Filme sem noção. Sem história. Sem nexo. Perdi 1:49:00 da minha vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: